quinta-feira

Doze integrantes de facção criminosa são presos no interior


O juiz Fernando Antônio Medina de Lucena, em respondência pela Comarca de Pindoretama, Região Metropolitana de Fortaleza, expediu mandados de busca e apreensão que resultaram na prisão de 12 pessoas em flagrantes e apreensão de R$ 200 mil em espécie, além de drogas, armas e munições. 
A ação aconteceu com equipes do Comando Tático Rural (Cotar) do Batalhão de Polícia de Choque da Polícia Militar do Ceará (BPChoque) e Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), que se deslocaram para o município. Dentre os presos, um era fugitivo da cadeia de Cascavel.
A maior parte do dinheiro apreendido na operação estava em um estabelecimento comercial, utilizado por um dos integrantes da facção como apoio para recolhimento diário dos valores resultante de crimes na região. “Nos impressionou a grande quantia de dinheiro apreendida e que esse local era usado diariamente”, disse a promotora de Justiça Maria Alice Diógenes.
De acordo com o juiz Fernando Medina, a “gravidade do delito denota a necessidade da medida, como forma de colher informações sobre a ocorrência de crimes e de efetuar a prisão dos criminosos”.
Também foi expedido, ao secretário adjunto da Secretaria de Justiça e Cidadania do Estado, Sandro Camilo Carvalho, um ofício solicitando a disponibilização de vagas para transferência dos presos da cadeia local para outras unidades prisionais.
Ainda conforme o magistrado, a ação foi ajuizada pelo Ministério Público do Ceará (MPCE), por meio da Promotoria de Justiça de Pindoretama, e tramitou em segredo de justiça até o cumprimento das ordens judiciais. Maria Alice Diógenes Pinheiro foi a promotora que atuou no caso.


EmoticonEmoticon