segunda-feira

ACUSADO DE MATAR PMS DEVE SER TRANSFERIDO DO AMAZONAS PARA O CEARÁ NAS PRÓXIMAS HORAS


"Júnior Veridiano" foi capturado no interior de Amazonas após dois anos foragido. Em 2016, ele comandou o ataque armado contra PMs em Quixadá. Três militares foram mortos a tiros de fuzil pela quadrilha comandada por ele


Deverá ser transferido para Fortaleza nas próximas horas, um dos bandidos mais procurados pela Justiça do Ceará e que constava na lista dos criminosos caçados pela Polícia local. Trata-se do cearense Veridiano Rabelo Cabral Júnior, 31 anos, o “Júnior Veridiano”, apontado como assaltante e matador de policiais. Ele foi capturado na última quinta-feira no Amazonas.
“Júnior Veridiano” estava foragido do Ceará desde junho de 2016, quando comandou um ataque armado a uma patrulha da Polícia Militar no Município de Quixadá, no Sertão Central (a 154Km de Fortaleza. No confronto, três policiais militares foram mortos a tiros de fuzil. Eram o sargento Francisco Guanabara Filho,então com 50 anos de idade e que estava no seu último dia de serviço na PM antes de ir para a Reserva Remunerada; o cabo PM Joel Oliveira Pinto, 33; e o soldado PM Antônio Lopes Miranda Filho, 33.
O confronto aconteceu quando a Polícia Militar, em Quixadá, recebeu uma informação de que bandidos fortemente armados estariam circulando  na rodovia estadual CE-060, no Distrito de Juatama, provavelmente com o objetivo de atacar um carro-forte. Imediatamente, a patrulha do sargento Guanabara se deslocou para o distrito e acabou batendo de frete com os criminosos armados com fuzis e pistolas.
Militares mortos
Ao perceber a chegada da patrulha, os assaltantes abriram fogo contra a viatura. Os três militares não tiveram chances de defesa, foram atingidos por disparos seguidos de fuzis. Os três morreram imediatamente.
A quadrilha ainda rendeu outra patrulha e seqüestrou dois militares, além de deixar outro PM baleado no local do arrebatamento. Os dois militares levados pela quadrilha em uma viatura roubada pelo bando, os soldados Michelly Pereira Mariano e José Ribamar Bezerra Júnior, foram libertados na estrada, no Município de Ibaretama. Já o sargento João Alves Campos, comandante da patrulha, foi atingido com um tiro de fuzil em uma das pernas e deixado no local do tiroteio, sendo resgatado por outros  colegas de farda.
No ano passado os três PM s sobreviventes do ataque criminoso foram promovidos por bravura, por ordem do governador Camilo Santana (PT). Os PMs assassinados também receberam promoção “post-mortem”.
Captura
“Júnior Veridiano” passou esses dois anos sendo caçado pelas autoridades cearenses. Sua fuga para outro estado passou a ser admita após serem exauridas as buscas em todo o Ceará. Na semana passada, porém, ele acabou sendo capturado no Amazonas. Estava escondido na cidade de Apuí (a 408Km de Manaus), usando identidade falsa.
Cearánews


EmoticonEmoticon