quinta-feira

POLICIAIS CIVIS DA DELEGACIA DE DEFESA DA MULHER DE SOBRAL REALIZA PRISÃO DE ACUSADO DE TER MATADO “DADINHA” QUE FOI MORTA POSSIVELMENTE POR ESTRANGULAMENTO



Policiais Civis da Delegacia de Defesa da Mulher de Sobral elucidam e prendem o infrator do crime de Feminicidio ocorrido no dia 20 de março de 2018. Tudo se deu início quando na manhã do dia 20 foi encontrado um cadáver de uma mulher seminua e com marcas de possível estrangulamento já que se encontrava com uma blusa enrolada em seu pescoço. O local de crime foi feito pelos polícias civis do Núcleo de Divisão de Homicídios de Sobral e logo em seguida repassado para a Delegacia de Defesa da Mulher por se tratar de uma possível violência sexual e feminicidio. A vítima foi identificada como sendo a senhora Valdevania, conhecida por “Dadinha”. Diante das informações os Policiais Civis da Delegacia de Defesa da Mulher começaram as investigações.  No dia seguinte as investigações levaram ao nome de José Alberto Agostinho de Sousa, conhecido por “nenê” (namorado da vítima). Em seu interrogatório na Delegacia de Defesa da Mulher, José Alberto Agostinho de Sousa, confessou o crime. Dando seguimento as investigações foi constato que “nenê” agiu sozinho, sendo assim a Delegada Dra. Adriana representou pela prisão preventiva em desfavor de José Alberto Agostinho de Sousa, que expedido pelo Juiz da 1ª vara criminal, resultando hoje na prisão de infrator confesso. Mais um excelente trabalho  da Polícia Civil do Ceará  em especial da Delegacia de Defesa da Mulher de Sobral da resposta rápida e eficiente  à sociedade Sobralense.



EmoticonEmoticon