quarta-feira

PROFESSORA DE SOBRAL É MORTA EM GOIÁS E NAMORADO É SUSPEITO DO CRIME, CASAL SE CONHECEU NA INTERNET


De acordo com a família, a vítima morava há 15 dias com namorado.

A professora Aila Pinto Cardoso, 34 anos, natural de Sobral, foi morta na cidade de Anápolis em Goiás, na noite desta terça-feira (16). De acordo com a Polícia Civil em Anápolis, o namorado da vítima é o principal suspeito do crime e está foragido.

Em um post do perfil do suspeito há uma mensagem dizendo "Finada aila q Deus a utenia em um bom lugar" Em seguida outro texto: "Amém vc sabe quem matou?" E logo após finaliza com mais um comentário: Eu mesmo numa discussão".


Em entrevista por telefone ao Diário do Nordeste a mãe da vítima, Maria Cardoso Pinto, de 72 anos, disse que os dois se conheceram nas redes sociais e que estavam morando juntos em Goiás há 15 dias.

"Ela era tudo, ajudava com tudo, era alegre, divertida, gostava de crianças, adorava viajar e tinha o sonho de ser mãe", acrescentou Maria.

Ainda de acordo com a mãe, a filha ligou dizendo que preferia morar sozinha e que estava voltando para Sobral nesta quarta-feira(17). Ela disse também que o suspeito fugiu com o celular de Aila, além de uma quantia em dinheiro que serveria custear a viagem dela. "Só quero justiça, quero ele na cadeia, quero que pague pelo o que ele fez", diz a mãe muito abalada.

A mãe da professora disse que a filha começou a conversar com o namorado em maio deste ano e depois de 15 dias decidiu ir morar com ele. O suspeito é natural de Sobral e atualmente estava morando em Anápolis.
DN


EmoticonEmoticon